Home - Sobre - Newsletter - Contato - Anuncie - Comprar Fotos

www.belapauliceia.com.br - Tudo sobre São Paulo 

SP Economia Mundial Paulicéia Artes Ciência e Cultura Gastronomia Arquitetura

Busca:

  SP Economia Mundial

  Paulicéia

  Artes Ciências Cultura

  Gastronomia

  Arquitetura



 



  Institucional
  Fale Conosco
  Clima Tempo
  CET

Publicidade

Tarsila do Amaral em 26 belas reproduções, na FAPESP
A artista paulista foi o maior expoente feminino lançado no Movimento Modernista. Mudou para sempre os tons das cores no traçado da arte moderna.
 

                             

 

Obras de Tarsila do Amaral foram mostradas em 26 belas reproduções  de 18 de novembro até 29 de dezembro de 2009

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, fêz uma exposição de reproduções de obras da artista plástica Tarsila do Amaral, um dos grandes nomes do Movimento Modernista. Transformou, a arte pictórica no País, ao exibir cores e temas tipicamente brasileiras em suas telas. As imagens ilustram o Relatório Anual de Atividades da Fundação.

O conjunto de 26 painéis da exposição percorreu uma produção da artista desde 1922, e reúniu trabalhos como Chapéu azul, A Espanhola, A Negra, Auto-retrato I, E. F. C. B., A Gare e Abaporu, Em que 1928 marca o início do Movimento Antropofágico. A exposição traz ainda trabalhos Operários e Segunda classe, Por Tarsila Produzidos a partir de 1933 Sob a influência de sua visita à ex-União Soviética. Entre as reproduções estão também Procissão e Paisagem de Nível III, De 1954 e 1965.

Tarsila do Amaral nasceu em 1886, em Capivari, interior de São Paulo. Iniciou seus estudos com o mestre acadêmico Pedro Alexandrino, em São Paulo, e seguiu para uma Europa, em 1920, os cubistas para estudar com Albert Gleizes e Fernand Léger. Obteve grande sucesso em duas grandes mostras em Paris antes de sua primeira exposição no Brasil, em 1929. E aqui até sua morte, em 1973, Participou de muitas outras, no mundo.

A cada um dos 4 anos que existe a Mostra, a FAPESP homenageia um artista plástico paulista. Nos anos anteriores, foram homenageados Francisco Rebolo, Aldo Bonadei e Lasar Segall.

 

Exposição da obra de Tarsila do Amaral aconteceu de 18 de novembro a 29 de dezembro de 2009

 

FAPESP: Rua Pio XI, 1.500, Alto da Lapa, São Paulo, SP                                             Gerência de Comunicação da FAPESP / Assessoria de Comunicação

Tels.: 11.3838-4151 / imprensa@fapesp.br

 

 

 
Clique aqui para mais matérias sobre Arte Ciência e Cultura.

 

 





Copyright - Todos direitos reservados a Bella Paulicéia.