Home - Sobre - Newsletter - Contato - Anuncie - Comprar Fotos

www.belapauliceia.com.br - Tudo sobre São Paulo 

SP Economia Mundial Paulicéia Artes Ciência e Cultura Gastronomia Arquitetura

Busca:

  SP Economia Mundial

  Paulicéia

  Artes Ciências Cultura

  Gastronomia

  Arquitetura



 



  Institucional
  Fale Conosco
  Clima Tempo
  CET

Publicidade

PACAEMBÚ - O Estádio mais charmoso da cidade fez 70 anos
 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estádio do Pacaembú

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido por Estádio do Pacaembu, é um estádio desportivo localizado na praça Charles Miller, no final da avenida Pacaembu, no bairro do Pacaembu, na região central da cidade de São Paulo, no Brasil. Pertence à prefeitura da capital paulista e pode ser utilizado nas partidas de futebol pela maioria das equipes do município, por meio de pagamento de aluguel. O Corinthians é o time que joga com maior frequência no local.

 

Local

São Paulo, SP, Brasil

Construção

17 de setembro de 1938 à 1940

Inauguração

27 de abril de 1940

Remodelado

2007

Expandido

1958 e 1970

Fechado

Não disponível

Demolido

Não disponível

Proprietário

Prefeitura de São Paulo

Administrador

Secretaria Municipal de Esportes

Gramado

Grama natural (104 x 70m)

 História

A pedra fundamental do estádio foi fixada lá em 28 de novembro de 1936.

Inaugurado em 27 de abril de 1940 com a presença do então presidente da República, Getúlio Vargas, o qual foi recebido por enorme vaia dos paulistas por quem não era benquisto, do interventor Ademar de Barros e do prefeito Prestes Maia. A primeira partida foi disputada em 28 de abril de 1940, numa rodada dupla, entre o Palestra Itália, antigo nome da Sociedade Esportiva Palmeiras, e o Coritiba Foot Ball Club, e entre Sport Club Corinthians Paulista e Clube Atlético Mineiro, a convite da prefeitura da capital.

O Estádio Municipal do Pacaembu leva hoje o nome do "Marechal da Vitória", Paulo Machado de Carvalho, chefe da delegação brasileira nas vitoriosas campanhas das Copas de 1958, na Suécia, e de 1962, no Chile.

No governo de Paulo Maluf, (1969/71) a concha acústica foi demolida e no seu lugar construído o "Tobogã", uma arquibancada com capacidade para dez mil pessoas, aumentando sua capacidade para cerca de 70.000 pessoas. Atualmente, a capacidade do Estádio do Pacaembu é de 37.952 pessoas, de acordo co o CNEF(Cadastro Nacional de Estádios de Futebol) editado pela CBF em 15/09/2009.

 

Interior do estádio

 

Desde o ano de 2008, existe em seu interior um Museu do Futebol, uma homenagem à cidade onde foi introduzido o esporte bretão no Brasil através do paulista Charles Miller - descendente de ingleses e escoceses - e que é homenageado com o nome da praça em frente ao estádio.

A maior goleada vista no estádio aconteceu em 1945, quando o São Paulo Futebol Clube venceu o Jabaquara da cidade de Santos por 12 x 1.

O Corinthians é o time que mais atuou no Estádio do Pacaembu. A torcida o considera como sua casa, uma vez que seu campo de futebol, o Estádio Alfredo Schürig (mais conhecido como Fazendinha ou ainda Estádio do Parque São Jorge), não tem capacidade para receber jogos oficiais. Também foi a última equipe a conquistar um título no estádio, no Campeonato Paulista de 2009, de maneira invicta.[4] Esta foi a mais recente decisão de competição de futebol profissional realizada no Pacaembu.

 

BellaPaulicéia

(*) a intenção do site é interagir com os internautas e receber valiosos depoimentos de quem presenciou jornadas de grande destaque no decorrer destes 70 anos do Estádio, para enriquecer sempre a história - podem ser acompanhadas de foto.

( Com seu testemunho,  daremos seu  nome e crédito da foto )

 

Fatos importantes e Grandes jogos assistimos no mais charmoso e gostoso estádio de futebol, de São Paulo;   

 

= De 1940 a 1960 dois clubes ocuparam ininterruptamente o Estádio do Pacaembú para realizar seus jogos mais importantes.... O Sport Club Corinthians Paulista e o São Paulo Futebol Clube.

Tanto o São Paulo, quanto o Corinthians tinham estádios acanhados.                    

 

O São Paulo era o dono do pequeno estádio do Canindé, e não a Portuguesa de Desportos; (naquele tempo, sem a retificação do Rio Tietê, o Estádio ficava numa ilha), e só com a mudança da sua sede para o Bairro Jardim Leonor, onde está construído o "Estádio Morumbi", é que o São Paulo deixou de utilizar o Pacaembu. .

 

O Corinthians também fez seu pequeno Estádio do Parque São Jorge bem antes

da retificação do Rio Tietê, e portanto com as mudanças urbanísticas da retificação, ficou impedido de utilizar aquele espaço para um Estádio de grande capacidade. Esse fato, aliado à alta valorização de terrenos em São Paulo, não permitiu ao Corinthians resolver esse impasse, além de divergências políticas internas sempre adiarem a solução.

 

=> 25 de maio de 1942 > Recorde oficial de público numa partida de futebol nesse estádio até hoje em 2010 (em 70 anos), num encontro entre os clubes com as maiores torcidas de São Paulo, claro – provavelmente com a participação de Leônidas da Silva, a novidade  > Corinthians 3x3 São Paulo  teve  71.280 pessoas.

 

=> Em 1942 transferiu-se para São Paulo e atuou no São Paulo Futebol Clube. Leonidas da Silva por 8 anos. Foi cinco vezes Campeão Paulista, tornando-se um dos maiores ídolos da história do São Paulo, sendo homenageado no museu do clube com uma réplica de uma "bicicleta" que ele executou no Estádio do Pacaembú, imortalizando essa jogada;

Pelo São Paulo ele realizou a jogada em duas oportunidades, a primeira em 14 de junho de 1942, contra o Palestra Itália, na derrota por 2 x 1. E a mais famosa de todas, em 13 de novembro de 1948, contra o Juventus, na goleada por 8 X 0. A jogada ficou imortalizada pela mais famosa foto do jogador.

 

= Década de 50 > 06-fev-1955 >aconteceu o empate de 1 x 1 entre Corinthians e Palmeiras, que coroou com o Campeonato de 1954 e o título do "Campeão do 4º Centenário"pelo Corinthians, com gol de Luizinho.

 

= Década de 60 > teve um jogo entre "a máquina do Santos" e o Palmeiras com um resultado incrível, em se tratando de um clássico. 7 x 6 para o Santos..

 

= Década de 60 > dia 15-abril-1965 quinta-feira > também teve um outro jogo memorável, no Torneio Rio-São Paulo, quando a "a máquina do Santos" empatou com o Corinthians em   4 x 4. O toque diferencial deste jogo foi o Pelé que foi desfazendo a vantagem corinthiana e marcando por 4 vezes. A ordem dos gols foi assim: Pelé aos 45 seg., e aos 10 min., Flávio aos 15 e aos 18 min. para o Corinthians, Marcos aos 31min. (Corinthians), Pelé logo aos 35 min., e Geraldo José aos 39 min.do 1º tempo, perfazendo até ali, 4 x 3 para o Corinthians. No 2º tempo, Pelé, empatou pela quarta vez, de penalti, aos 12 min. Êsse enorme desempenho de Pelé, ajudou a compor aquele mito da invencibilidade santista perante o Corinthians, somando até ali 8 anos.

 

= Década de 60 > São Paulo já sediou uma Copa das Nações, e assistimos um  Argentina 3 x 0  Brasil, com Pelé, Gerson e mais alguns craques perderem.

 

= Década de 60 > 02-março-1966 quarta-feira > Garrincha contratado pelo Corinthians no fim de sua bela carreira, jogou poucas partidas pelo Timão, mas a estréia  foi no Pacaembu numa noite de rodada dupla do Torneio Rio-São Paulo e o Estádio esteve lotado com 44.000 mil espectadores para ver o "gênio das pernas tortas"; nesse jogo de estréia o adversário foi o Vasco da Gama e o resultado foi 3 x 0 para o Vasco.

 

= Década de 60 fim de 1968 > O marido da Rainha Elizabeth II, Príncipe Phillip, foi homenageado com uma partida amistosa entre a Máquina do Santos de Pelé e o Palmeiras, assistindo da Tribuna do Pacaembú, numa quinta-feira à noite, que acabou com a vitória da equipe santista por 5 x 3 , e o Pelé fez 3 gols.

 

= Décadas de 50/60 > o Estádio do Pacaembu também foi bastante usado em eventos cívicos como o de Sete de Setembro, com o desfile de ginasianos com suas fanfarras e ginastas que faziam ginástica olímpica, que ocupava todo o retângulo do gramado, em evoluções bonitas e acompanhadas por música.

 

 
Clique aqui para mais matérias sobre Paulicéia.

 

 





Copyright - Todos direitos reservados a Bella Paulicéia.