Home - Sobre - Newsletter - Contato - Anuncie - Comprar Fotos

www.belapauliceia.com.br - Tudo sobre São Paulo 

SP Economia Mundial Paulicéia Artes Ciência e Cultura Gastronomia Arquitetura

Busca:

  SP Economia Mundial

  Paulicéia

  Artes Ciências Cultura

  Gastronomia

  Arquitetura



 



  Institucional
  Fale Conosco
  Clima Tempo
  CET

Publicidade

Rino Levi, foi um dos baluartes na consolidação da arquitetura moderna
Rino Levi foi um dos baluartes na consolidação da arquitetura moderna brasileira.
 

 

Rino Levi foi um dos responsáveis pela transformação da arquitetura da cidade de São Paulo e é um dos expoentes da arquitetura moderna no Brasil.
 
Rino estudou inicialmente na Academia de Brera em Milão, passando para a Escola Superior de Arquitetura em Roma, onde formou-se em 1926. Ainda antes de concluir seus estudos em Roma, Rino Levi envia da Itália uma carta ao jornal Estado de São Paulo (publicada em 15 de outubro de 1925) sob o título “Arquitetura e estética das cidades” , que foi futuramente classificada como uma das primeiras manifestações em torno da arquitetura moderna no Brasil. Foi aluno de Marcello Piacentini em Roma, autor do edifício Matarazzo em São Paulo.
 
Em seus retorno ao Brasil, em 1926, Rino é empregado na Companhia Construtora de Santos, ocupando o lugar que fora de Gregori Warchavchik, que fora seu colega de estudos em Roma.
 
Em 1927, atua como arquiteto independente. No início da década de 30 projeta seu primeiros prédios modernos encomendados por clientes de origem italiana, radicados em São Paulo. Estes lhe encomendam pequenos edifícios e conjuntos de sobrados, alguns dos quais Rino Levi encarregou-se também da execução das obras. Deste período são notáveis as residências para Dante Ramenzoni (1931/33), a residência Delfina Ferrabino (1931) e os edifícios Gazeau (1929) e Nicolau Schiesser (1933). Posteriormente trabalhou com Roberto Simonsen Em 1945 criou a Rino Levi Arquitetos Associados tendo como sócios Roberto Cerqueira César, Luis Roberto Carvalho Franco, Paula Bruna e Antonio Carlos Sant’Anna Junior. Sua empresa durou até 1990.

 
Principais Obras:
 
Edifício Columbus em 1932 na Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, demolido em 1971;
 
Edifício de apartamentos Guarany em 1936 no Parque D.Pedro II;
 
Instituto Sedes Sapientiae em 1940;
 
Teatro Cultura-Artística em 1942 na Rua Nestor Pestana;
 
Hotel Excelsior em 1944 na Avenida  Ipiranga;
 
Hospital Pérola Byington em 1950 na Avenida Brigadeiro Luiz Antonio;
 
Hospital Albert Eintein em 1958;
 
Laboratório de Biologia da USP em 1959;
 
Cine Ipiranga em 1943 na Avenida Ipiranga;
 
Edifício sede da FIESP em 1969;
 
Projetou ainda mais de 80 indústrias, sendo a maioria no ABC.

 

 
Clique aqui para mais matérias sobre Arquitetura.

 

 





Copyright - Todos direitos reservados a Bella Paulicéia.